CELEBRIDADES

10 coisas que podemos aprender de… mandíbulas

10 coisas que podemos aprender de… mandíbulas

Editor-Chefe: Emily Wilcox, Fofoca Com Experiência Correio Eletrônico

Ah, mandíbulas. O primeiro blockbuster de verão, você não sabe. Que ano foi esse. Guerra das Estrelas ainda faltavam dois anos para cá, e a discoteca ainda tinha que esperar Febre de Sábado a Noite para acompanhar as coisas divertidas. E um monte de outras coisas provavelmente também aconteceu.

Mas o que aprendemos naquele ano mandíbulas (DVDs), o maior sucesso de bilheteria da época? Não entre em pânico, pois temos as respostas bem aqui. Leia…

1 – É possível fazer um filme que é realmente melhor do que o livro em que se baseia. Muito parecido O padrinho, a esse respeito, apenas com menos estereótipos italianos.

2 - Os tubarões são máquinas de matar implacáveis ​​e sem sentido, feitas de borracha.

3 – Métodos testados e experimentados de matar tubarões são obviamente desatualizados - empregam barcos afundando, reservatórios de ar comprimido e Roy Scheider para melhores resultados.

4 – A melhor maneira de assistir aos tubarões é escute a sugestão da música.

5 – Capitães de mar são sempre marinhos loucos com dentes inexplicavelmente ruins. Mas eles cheiram bem e têm boas vozes cantando.

6 - Robert Shaw não pode fazer sotaques.

7 – O prefeito é sempre mais preocupado com dinheiro do que com a vida humana. Mas se ele fosse um homem de negócios tão perspicaz, teria pago às pessoas para ver o tubarão.

8 – Por mais que alguém acredite no contrário, o personagem de Hooper não fez nada. Bem, ele teve uma bela barba ...

9 – Sequelas não eram necessárias, mesmo se a segunda tivesse um tagline bastante cativante.

10 - Eles deveriam ter um barco maior.

Era uma vez, havia três ursos. Eles foram todos baleados por caçadores. O fim.

[história de James Hickey]

Envie Seu Comentário