CELEBRIDADES

Susan Sarandon acha que o papa é um nazista e, na Espanha, as freiras roubaram bebês e as venderam!

Susan Sarandon acha que o papa é um nazista e, na Espanha, as freiras roubaram bebês e as venderam!

Editor-Chefe: Emily Wilcox, Fofoca Com Experiência Correio Eletrônico

Deus não está se divertindo muito ultimamente. Seus representantes na Terra não estão fazendo nenhum favor. É claro que o próprio Deus é um idiota rancoroso e vingativo, de qualquer maneira, e fez o homem à sua própria imagem, de modo que só ele tem culpa.

Indo após o Todo Poderoso é Susan Sarandon. Claro, você não pode chutar Deus nas canelas, então você tem que escolher a próxima melhor coisa ... e isso é o Papa Bento: The Godwaffe.

Discutindo seu papel em Dead Man, que a viu enviando uma cópia para o papa, ela foi perguntada "qual papa?" Foi quando os católicos ficaram nervosos e começaram a resmungar "Você não faria as pessoas falarem sobre muçulmanos assim ... é tão injusto'Talvez se você começou a voar de avião em edifícios, podemos ter um pouco mais de medo de dizer o quanto alguns de vocês são mentais, hein?

Assim. Para a pergunta "qual papa", Sarandon respondeu:

"O último. Não esse nazista que temos agora.

É claro que o papa Bento XVI passou algum tempo como membro da Juventude Hitlerista. Naturalmente, vale a pena ressaltar que era provável que ele fosse forçado a fazer isso, então é um pouco injusto manchá-lo com isso.

De qualquer maneira, o todo Coisa nazista não é nada comparado ao todo Coisa católica. Veja, das duas organizações, a igreja católica é muito mais mental e maligna do que o Partido Nazista. Para começar, os nazistas receberam suas bundas com um chapéu alto. A Igreja Católica? Ainda dirige países inteiros e esconde os criminosos sexuais em seus orfanatos!

Então, enquanto o papa Benny pode estar cansado de ser chamado de rede social de Hitler, ele estará mais cansado das constantes alegações de que sua organização gosta de foder com crianças (tanto metaforicamente quanto literalmente).

Veja, um relatório da BBC está sugerindo que a igreja católica na Espanha, com a ajuda de Nice Guy Franco e sua ditadura de pelúcia, roubou bebês de mães e os vendeu!

É isso mesmo pessoal! A Espanha está atualmente esfregando os olhos, incrédula, com as alegações de que a Igreja Católica roubou e traficou milhares de bebês. Aquelas adoráveis ​​freiras e padres fizeram isso até os anos 90!

Freiras informavam às mães que o recém-nascido havia morrido e não havia como ver o corpo. É claro que, depois que a mágoa angustiante inicial diminuiu, as mães entraram em uma vida de casas noturnas e coquetéis, enquanto os infelizes o suficiente para manter seus bebês entraram em uma vida sem alegria e cheia de gritos.

Estamos perdendo o ponto, não estamos?

O governo espanhol chegou a admitir que a igreja roubou crianças, com um porta-voz do governo chamado Nunez dizendo:

"Não me atrevo a bolar números ... mas pelo volume de investigações oficiais ouso dizer que havia muitos."

Os advogados acreditam que até 300.000 bebês foram roubados.

Basicamente, parece que Franco e a igreja se uniram e tiraram bebês de pais considerados “indesejáveis” e os colocando com famílias “aprovadas”, a partir dos anos 30 em diante. Por dinheiro. Melhor ainda, é que uma revista espanhola publicou fotografias de um bebê morto mantido em um freezer na clínica de San Ramon, que foi (supostamente) usado como "prova" para mostrar às mães que seu filho havia morrido.

Esperar.

Isso não é engraçado. Estamos nos perguntando em relação ao território de ser sério.

Não temam caro leitor! Você esqueceu uma coisa! Independentemente da situação, absolutamente tudo é aproximadamente três mil vezes mais engraçado se envolve uma freira.

HURRAY! COMÉDIA GANHA!

Desculpe órfãos acidentais.

ou se juntar ao nosso grupo no Facebook, se alguém ainda é tolo o suficiente para usá-lo

Envie Seu Comentário