CELEBRIDADES

O paradoxo do Daily Mail

O paradoxo do Daily Mail

Editor-Chefe: Emily Wilcox, Fofoca Com Experiência Correio Eletrônico

Quem disse que o Daily Mail não era uma fonte de nutrição intelectual? Que idiota insensível e idiota diria que há algo no Daily Mail que não resultaria em uma pessoa com uma visão muito mais positiva e esclarecida do mundo? Certamente é um fato bem estabelecido que o Daily Mail é uma das publicações mais progressistas e inovadoras do mercado hoje.

Enquanto você está pateticamente balançando sua cabeça com aquele balbuciar esquerdista de? Ooh, bem, eu não sei bem sobre isso. enquanto você bebe seu macchiato magro, Richard Littlejohn toma um gole de uma lagoa azul e inicia o "Você não poderia fazer isso?" macro em seu computador Time esmagado de 1997, que escreve artigos inteiros com o toque de um botão.

Enquanto você mexe em seu prato de vegetais orgânicos de origem local (ou algo assim), Paul Dacre provavelmente está arrancando a carne de um gatinho orgânico de origem local enquanto ri loucamente enquanto seu escravo politicamente radical escreve as palavras “Ateu Yobbo Twunts”. no fundo de uma piscina drenada.

Sim, o Daily Mail é progressivo ao ponto de ser pós-apocalíptico.

É somente quando Jan Moir leva ao teclado coletivo (um por grupo de dez) e critica outras pessoas por uma chocante falta de gosto, que o mundo está sujeito a cair na imagem horrível e totalmente fictícia de uma distopia de direita descrita. no parágrafo anterior. É o tipo de hipocrisia que poderia rasgar um buraco no espaço-tempo, fazendo com que todas as armas nucleares da Terra detonassem simultaneamente, lançando-nos em um universo paralelo.

É claro que Jan Moir ainda seria o auge absoluto do bom gosto e da decência comum do mundo. Vamos enfrentá-lo, Stephen Ireland (ele joga para o Aston Villa) escolhas interiores são definitivamente uma coisa importante para um colunista premiado para se concentrar. Afinal de contas, as escolhas de vida pessoal de celebridades sempre foram algo que Ms Moir foi capaz de lançar a partir de sua casa bem equipada, que fica no topo de um pedestal de 55 km na estratosfera da Terra.

Enquanto Moir sentava-se para escutar sua diatribe, provavelmente cercada por tons creme suaves e flores artificiais de bom gosto da loja para já-morta, Laura Ashley, ela cuspiu em um balde de espeto Laoki da IKEA. Ela estava tão enojada com a idéia de que um irlandês indeciso poderia querer ter seu nome nas coisas que ela abandonou em sua cópia da revista VIP para seu recorte de jornal sobre a morte de Stephen Gately (emoldurado por uma moldura de carvalho. simples "memórias preciosas" motivo) e derramou uma lágrima solitária. Afinal, ele passou a maior parte de sua vida profissional com seu nome escrito nas costas. Por que ele não deveria querer vê-lo na frente dele ocasionalmente?

Como se atreve este homem rico quer ter coisas pródigas em sua casa? Um aquário?! Que afronta ao peixe! Um rosa Princesaquarto temático para uma menina de cinco anos ?! Certamente isso é irracional, mesmo para a mente mais comum. Como esta família ousa ter uma casa decorada de acordo com seus gostos e preferências? Ele não sabe que tem dinheiro e deve, portanto, considerar como os olhos de alguns colunistas podem ser mortificados em um estado permanente de amargura cintilante ?!

A ira ea raiva impenitente que é sentida quando se tem que olhar para a casa de um jogador de futebol em uma publicação que só está disponível na Irlanda provoca tamanha raiva que não há outra escolha a não ser mandar para um colunista de jornal para ser reproduzida por seus leitores intolerantes. para gargalhar calorosamente em suas torradas (branco) e café (novamente, branco).

É assim que a vida é. É uma afronta ao gosto e à decência. Como o Daily Mail é tão famoso por dizer “não na minha sala de frente!”. Claro, não está em seu quarto da frente. Está na dele. Na verdade, é o Moir que é culpado de forçar esse papo furado nas salas da frente das pessoas semanalmente.

Ainda assim, pelo menos ela não tem um aquário.

Deixando de lado o editor: Por favor, note que qualquer advogado que se ofenda com o que foi escrito aqui deve estar ciente de que muitos dos pontos apresentados eram totalmente satíricos e intencionalmente não baseados em fatos. Os fatos não são tão engraçados ... bem, você sabe.

ou se juntar ao nosso grupo no Facebook

Envie Seu Comentário